Seguidores

sexta-feira, 10 de maio de 2019

MP MILITAR DENUNCIA 12 MILITARES POR AÇÃO COM MORTE DE MÚSICO E CATADOR EM GUADALUPE, RIO

Documento cita laudo com 257 tiros de fuzil e pistola; 62 deles atingiram carro onde estava família de Evaldo, que morreu na hora.

Por G1 Rio



Carro fuzilado pelo Exército em Guadalupe — Foto: Fábio Teixeira/APCarro fuzilado pelo Exército em Guadalupe — Foto: Fábio Teixeira/AP

O Ministério Público Militar denunciou nesta sexta-feira (10) 12 militares pelas mortes de um músico e de um catador em Guadalupe, na Zona Norte, em 7 de abril. Os dois foram baleados pelos militares, que alegam terem confundido o carro com o de assaltantes.

O documento cita laudos que apontam terem sido disparados 257 tiros de fuzil e de pistola. O carro em que estavam o músico Evaldo Rosa dos Santos, que morreu na hora, e sua família foi atingido por 62 disparos. O sogro dele, Sérgio Gonçalves de Araújo, ficou ferido na ação.

Luciano Macedo, que trabalhava como catador de recicláveis, tentou ajudar e acabou baleado. 
 Ele morreu semanas depois, no hospital.

Nenhum comentário: