Seguidores

sábado, 9 de fevereiro de 2019

PREFEITURA DESTINA MATERIAL DE PODA PARA ADUBAÇÃO

Técnica é ambientalmente correta por reaproveitar resíduos. População pode solicitar o serviço de podação.

TOPO Por Prefeitura do Natal


Equipes fazem a poda e usam máquina para o reaproveitamento dos resíduos — Foto: Prefeitura de NatalEquipes fazem a poda e usam máquina para o reaproveitamento dos resíduos — Foto: Prefeitura de Natal

Os principais corredores urbanos da capital potiguar estão de cara nova com a execução dos serviços de poda que está sendo realizado pela Prefeitura de Natal. Os trabalhos foram iniciados pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) no último mês de dezembro e estão avançando por todas as regiões de Natal. Em um período de 45 dias, foram podadas cerca de 850 árvores e foram recolhidos 370 metros cúbicos de resíduos remanescentes das podas de árvores, como galhos, troncos e folhagem.

O serviço já atendeu as avenidas Itapetinga, Paulistana e João Medeiros Filho, na Zona Norte. Também houve poda na rua Adolfo Gordo, em Cidade Nova, na Salgado Filho, no trecho entre o Midway Mall e a Caern, na Nilo Peçanha, em Petrópolis, e na avenida Prudente de Morais. O trabalho da Prudente de Morais também foi finalizado e a Semsur fará posteriormente a poda das árvores nas ruas Hildebrando de Góis e toda a área envolta do porto.

Um aspecto importante desse serviço é o destino que é dado ao material retirado das vias. Tudo que é gerado passa por um processo de trituração e passa posteriormente pela compostagem para ser utilizado como adubo no projeto de arborização da cidade. O projeto para criação de um novo horto da cidade já está em fase de elaboração. A partir daí, a Prefeitura pretende desenvolver novos planos de arborização do município, com desenvolvimento de corredores verdes, com espécies nativas, a fim de embelezar a cidade, diminuir a sensação térmica, contribuir para a infiltração do solo e evitar problemas decorrentes do plantio equivocado de espécimes vegetais. “É um procedimento ambiental e economicamente correto que traz benefícios para a cidade”, define o prefeito Álvaro Dias, que tem conferido de perto a evolução do serviço em diversos bairros.

Material beneficiado após podação vira adubo para ser usado em projetos de arborização em Natal — Foto: Prefeitura de Natal

De acordo com a diretora de Paisagismo da Semsur, Renata Larissa, além de configurar a cidade do Natal como uma capital que preza pelo meio ambiente e busca ser cada vez mais sustentável, a iniciativa adotada para a realização de compostagem também gera economia aos cofres do Município, uma vez que se evita a compra de adubos para o paisagismo da cidade. “A destinação correta do material recolhido também reflete uma preocupação com o meio ambiente, tendo em vista que diminui a emissão de gases que contribuem para o efeito estufa”, acrescenta ela.

Nenhum comentário: