Seguidores

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

HOMEM QUE FOI ESPANCADO, ARRASTADO PELO PESCOÇO E MORTO A TIROS EM NATAL É IDENTIFICADO

VIOLÊNCIA

Segundo o próprio pai, o suspeito de assaltar ônibus Arlindo Pereira do Nascimento Neto, preso por tráfico de drogas, havia deixado a Penitenciária Estadual de Alcaçuz fazia um mês.


Arlindo Pereira do Nascimento Neto tinha 38 anos — Foto: PM/Divulgação

Foi identificado pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) o homem suspeito de ter assaltado um ônibus e que depois do crime acabou espancado, arrastado pelo pescoço e morto a tiros na manhã desta quinta-feira (11) na Ribeira, bairro da Zona Leste de Natal. Trata-se de Arlindo Pereira do Nascimento Neto, de 38 anos.

A Inter TV Cabugi falou com o pai de Arlindo. Ele disse que o filho respondia por tráfico de drogas, e que ele havia deixado a Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, fazia um mês.

De acordo com a Vara de Execuções Penais de Natal, Arlindo estava no regime semiaberto, e era monitorado por tornozeleira eletrônica.

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga a morte do detento.

A morte

Segundo a Polícia Militar, um homem que havia acabado de assaltar um ônibus nas proximidades do Teatro Alberto Maranhão, crime ocorrido no início da tarde, foi pego por moradores da região e amarrado pelo pescoço com um acorda. Ele foi espancado e arrastado pelas ruas da Ribeira. Em seguida, baleado várias vezes na cabeça.

Ainda de acordo com a PM, o alvo do ladrão foi um ônibus da linha 20, da empresa Guanabara. Havia cerca de 30 passageiros no local. Na hora do assalto, houve tumulto e algumas pessoas se feriram. Uma mulher teve fratura exposta no pé, ao saltar do veículo, e outra ficou com ferimentos leves.

Testemunhas relataram que o assaltante ainda conseguiu correr com duas bolsas, um tablet e outros bens que havia tomado de vítimas dentro do ônibus, mas ele acabou alcançado por pessoas não identificadas. O suspeito foi espancado e amarrado pelo pescoço, sendo arrastado por centenas de metros, até ser morto a tiros.
Samu foi chamado a local do assalto para socorrer a mulher machucada — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

G1

Nenhum comentário: