Seguidores

quarta-feira, 22 de agosto de 2018

ANGICOS: SECRETÁRIA DE SAÚDE MENTE DURANTE ENTREVISTA, ESCONDE OS NÚMEROS E DEIXA LOCUTOR FALANDO SÓ




A Secretária de Saúde de Angicos foi convidada pelo radialista Gean Carlos, prestar contas da saúde na manhã de hoje (22), no Jornal Cabugi Central. A secretária que gosta de mandar nas pessoas, já chegou botando "boneco". Ela disse queria impor suas regrinhas, mas foi avisada por Gean Carlos que quem comandava o programa era ele. Ela logo ameaçou que se não fosse do seu jeito se levantava e ia embora. 

Nataly falou sobre um velho discurso decorado a situação do hospital. Segundo ela não está municipalizado, que falta recurso para assumir o comando. Administração já foi nomeada. Ela não assume, mas já possível perceber que a secretária está andando para o fracasso, ela mesma afirma que tentou o consórcio de saúde com municípios da região que não foi possível. Nenhum prefeito quer negócio com o prefeito Deusdete Gomes.

Arrogante, mentirosa, prepotente, dependente, metida a espertalhona, a Secretária tenta enganar a população com a conversinha mole de que a saúde do município tá bem, porque antes não tinha. Esse jargãozinho apelativo de clamar por "meus irmãos angicanos" é pura canalhice, o povo tá ficando esperto. Mal assessorada a secretária disse não saber que os vereadores votaram os projetos para a saúde, que faz 10 dias que foi publicado no Diário Oficial. 

Durante a entrevista a população pode ver bem a natureza e o respeito que a secretária tem pela população que lhe perguntou sobre a saúde, percebeu que é desse mesmo modo que ela trata quem vai atrás de saúde, é perseguidora, vingativa e usa o poder publico para punir as pessoas privando-as de atendimento a saúde. Ela também tem seu lado falso, fingiu ter feito as pazes com Gean Carlos, mas logo voltou atacá-lo. A entrevista terminou quando a secretária de forma deselegante levantou e ficou acenando para live de forma a ultrajar o programa.

A secretária não é quem aparenta ser, não prega o que fala, é uma estampa publica. 

As armas dela são, a maldade, ódio, soberba, egoísmo, injustiça, vingança, falsidade e medo de perder o cargo de secretária de saúde. A secretária que não tem uma família, não tem filhos, não tem amor pelas pessoas, não tem amizades fora da secretaria, não tem senso de justiça, não tem sabedoria em relações humanas e não tá nem aí, é tudo a sua maneira. 

Nenhum comentário: