Seguidores

sexta-feira, 20 de julho de 2018

SECRETARIA DE SAÚDE DE ANGICOS-RN NÃO CUMPRE 1% DAS PROMESSAS DE CAMPANHA DO GOVERNO DEUSDETE GOMES (PSDB)

CAOS NA SAÚDE EM ANGICOS


COLIGAÇÃO TRABALHANDO PELO POVO ANGICOS PRECISA MUDAR.

PROPOSTA DE GOVERNO PARA A CIDADE DE ANGICOS/RN

GESTÃO 2017/2020

Angicos, município localizado na microrregião homônima do estado do Rio

Grande do Norte, com mais de 12 mil habitantes, onde a maioria de sua população reside na zona urbana, com sérias dificuldades, no campo da segurança, na saúde, na educação, no esporte, na agricultura e na limpeza pública, além de tantos outros problemas.

Estamos aqui apresentando o nosso Plano de Governo de forma sucinta, clara e objetiva, no sentido de deixar as questões pessoais e individuais de lado, para pensar no coletivo. Sabemos que administrar a cidade de Angicos não vai ser tarefa das mais fáceis, devendo ser uma batalha diária. 

Somos conscientes de que para se administrar o nosso município na atual situação em que se encontra e se querer fazer alguma coisa tem que se apostar de imediato em um plano de governo para colocarmos em prática nos primeiros 100 (cem) dias, bem como, no primeiro ano e nos anos seguintes. 

Não adianta prometer o que não se pode realizar, pois ao apresentarmos a nossa proposta para os primeiros 100 (cem) dias de governo, já sabemos as fontes de recursos que serão utilizadas, pois já estão devidamente garantidas e asseguradas. Por fim, fica aqui um alerta aos irmãos Angicanos: o nosso desejo é fazer um governo comprometido com a honestidade, com a legalidade e eficiência, em prol do nosso povo, primando pela união entre executivo, legislativo e povo angicano, pois é ele quem decide o seu destino.

SAÚDE PÚBLICA MUNICIPAL

1 - Fazer funcionar os PSF’s municipais com carga horária de acordo com a Lei do SUS;

2- Plantão médico e atendimento nos finais de semana na UBS Alto da Alegria;

3 - Parceria com o Governo Estadual a fim de manter os plantões nos finais de semana no Hospital Regional;

4 - Buscar parceria junto ao Governo Estadual e Municípios que compõem a região de abrangência do Hospital Regional, buscando firmar consórcio de saúde em modelos já utilizados em outras regiões de nosso estado e estados vizinhos.

5 - Garantir melhor acesso da população às unidades de PSF’s (Acabar com as filas para marcação de consultas);.

6- Garantir a agilidade nos processos de entrega de medicamentos e insumos à população;

Manutenção de equipamentos;

6 - Reestruturar e adequar as unidades de Estratégia de Saúde da Família para atender às necessidades da população;
8 - Estruturar a esterilização;
9 - Reorganizar o atendimento do NASF;

Implantar políticas de humanização capacitação permanente paraos trabalhadores de cada área;

Garantir ao Portal da Saúde a transparência da gestão municipal;
Implantar política de assistência farmacêutica de modo que garanta o acesso da população; (já existia)

Reestruturar a academia ao ar livre com participação do educador físico e manutenção dos equipamentos;

Fazer parceria com municípios vizinhos para melhorar a pactuação com o Hospital Regional;

Criar fórum de saúde para divulgar e debater as ações de saúde necessárias à população;

Criação do Programa de Saúde do Homem;

Fortalecer e ampliar o quadro de especialidades médicas no Centro de Saúde;

Ampliar a cobertura de exames de laboratório melhorando o atendimento e resultados de exames;.

Ampliar o atendimento na unidade de PSF II (Zona Rural) Rio Velho;

Ampliar o atendimento nas unidades PSF’s (segunda à sexta) mantendo-as aberta no final de semana em forma de rodízio..

Construção de uma nova unidade de PSF; (Obra deixada por Junior de Chimbinha com 80% concluída)

Compra de um consultório móvel para o atendimento à Zona Rural;

Criação do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) para tratamento
de dependentes químicos.

Nenhum comentário: