Seguidores

domingo, 20 de maio de 2018

GREVE DOS CAMINHONEIROS ACONTECERÁ A PARTIR DA MEIA NOITE DE HOJE (20), MESMO COM PROIBIÇÃO DA JUSTIÇA

Resultado de imagem para greve dos caminhoneiros

A greve dos caminhoneiros marcada para começar a partir da meia noite de hoje para amanhã terá apoio de caminhoneiros autônomos, sindicatos e empresas de transporte em todo o país. O movimento grevista está mantido, mesmo com as proibições impostas contra os bloqueios nas rodovias Presidente Dutra e em estradas do Paraná.

Após o anúncio da paralisação dos caminhoneiros autônomos pela Abcam, milhares de caminhoneiros, além de diversas empresas e sindicatos se mostraram favoráveis ao movimento, inundando as redes sociais com informações sobre locais das movimentações.

Neste final de semana, a greve foi um dos assuntos mais comentados nas redes sociais, e amplamente divulgado pela mídia em todo o Brasil. As notícias da greve foram divulgadas também por agências internacionais. A repercussão do movimento é muito grande, e é esperada uma das maiores greves que já se viu no Brasil.

A população em geral também apoia os caminhoneiros, pois os aumentos do diesel impactam diretamente toda a população, pelo aumento dos fretes e da inflação no geral.

A Abcam publicou hoje uma carta aos caminhoneiros, pedindo novamente que o movimento grevista seja pacífico, sem bloqueios de rodovias, danos ao patrimônio público ou prejuízos a terceiros. A entidade pede que os caminhoneiros fiquem em casa, ou, se estiverem na estrada, permaneçam parados em postos de combustíveis e outros locais seguros.

A entidade esperava que o governo divulga-se algum posicionamento até a sexta-feira passada sobre a greve e possíveis soluções para redução dos valores do diesel, mas, como não houve resposta, manteve a convocação para que a greve aconteça.

Neste domingo, em dezenas de cidades de todo o país, caminhoneiros já estão se mobilizando para iniciar o movimento paredista para amanhã. Publicações nas redes sociais mostram caminhoneiros do Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do Sul, Ceará, Minas Gerais e outros estados em movimentação intensa para participarem da greve.

De acordo com os caminhoneiros, a greve será a solução para redução do valor do diesel, mas precisa do apoio geral dos caminhoneiros e da população.

Veja a carta da Abcam na íntegra:

Meus companheiros estradeiros, bom dia. Estamos nos aproximando de segunda-feira, e pelo que percebo, várias manifestações em âmbito nacional serão deflagradas. Por isso, venho a público expressar a nossa preocupação para que estas manifestações ocorram de forma pacífica e, principalmente, tranquila. Não precisamos fechar estradas, colocar fogo em pneus ou até mesmo pôr em risco o patrimônio de terceiros. Portanto, venho, mais uma vez, reiterar que a ABCAM, entidade formada pelas federações dos Estados de SP, SC, RS, RJ, MG e PE e por sindicatos espalhados por todo o território nacional, defende uma manifestação onde todos permaneçam em suas casas ou, no caso daqueles que estejam em trânsito, parem em locais seguros e não participem de eventos que coloquem em risco o patrimônio alheio, nem bloqueem rodovias ou praças de pedágio.

Os manifestantes e entidades de bem e que querem um movimento pacifico não poderão pagar por qualquer tipo de agressão que ameace ou ponha em risco as posses dos brasileiros. Com isso,quero dizer que não nos responsabilizaremos por atos irresponsáveis ou pela ação de baderneiros infiltrados em nossa manifestação com finalidades políticas ou alheias as nossas reivindicações.

Vale lembrar que a concessionária CCR Nova Dutra conseguiu liminar favorável à petição de Interdito Proibitório contra qualquer tipo de evento que venha bloquear rodovias no Estado de SP, RJ e MG, sob pena de multa no valor de R$ 300 mil reais em caso de descumprimento, principalmente nas praças de pedágios.

Meus companheiros, mais uma vez apelo ao bom senso de todos para que permaneçam em suas casas ou, no caso daqueles que estejam em trânsito, fiquem em postos de combustíveis, em segurança, e sem fechar rodovias ou participar de movimentos violentos.

Peço a proteção de Deus para que todos fiquem bem. Boa sorte a todos nós.

José da Fonseca Lopes, Presidente da Abcam.

Nenhum comentário: