Seguidores

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

UFERSA INICIA PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOPROCESSAMENTO E GEORREFERENCIAMENTO EM MOSSORÓ

EDUCAÇÃO

Para a primeira turma foram selecionados 31 alunos, sendo 10 vinculados ao Sindicato dos Engenheiros Agrônomos do Rio Grande do Norte, 20 de ampla concorrência e 1 aluno servidor da Universidade / Foto Eduardo Mendonça Assecom



A Ufersa iniciou na última semana mais um projeto voltado à qualificação dos profissionais que estão no mercado atuando principalmente na área da Gestão Ambiental. O curso de Especialização em Geoprocessamento e Georreferenciamento era uma antiga reinvindicação da comunidade e que finalmente foi implantado com uma grande participação. Segundo os coordenadores da Especialização, o curso abriu 30 vagas iniciais, mas a procura foi muito além disso. Para a primeira turma foram selecionados 31 alunos, sendo 10 vinculados ao Sindicato dos Engenheiros Agrônomos do Rio Grande do Norte, 20 de ampla concorrência e 1 aluno servidor da Universidade.

Ainda segundo os coordenadores, há poucos profissionais habilitados em todas as regiões do país com atribuições para a delimitação de imóveis rurais e urbanos e o curso visa qualificar os profissionais da área de engenharia e geociências para atuar como especialistas preparados para a realização de etapas práticas e jurídicas de Certificação e Georreferenciamento desses imóveis.


A especialização começou na última sexta e terá uma carga horária total de 465 horas distribuídas ao longo de um ano. Com essa Pós-Graduação, a Ufersa espera formar profissionais capacitados e especializados para atender a demanda nas diversas sub-áreas de projetos de geoprocessamento, além de proporcionar aos profissionais uma variedade de situações de projetos de geoprocessamento e georreferenciamento que possam estimulá-los ao aprendizado.

Também é objetivo do curso a atualização com novos estudos, pesquisas e técnicas na área de cartografia, uso e manuseio de sistemas de posicionamento global por satélites, geodésia e sensoriamento remoto, úteis para o exercício de atividades de demarcação, medição e georreferenciamento de objetos sobre a superfície terrestre. Os alunos terão ainda a oportunidade de trocar experiências práticas e ter acesso às inovações de informações mediante o contato com equipamentos disponíveis no mercado para a realização dos levantamentos georreferenciados.

Na aula inaugural, o professor Paulo Cesar Moura, Vice-Coordenador do curso, expôs todo o contexto histórico da necessidade desta especialização dentro da Universidade, em que foi uma demanda pleiteada há 8 anos. Já o Coordenador, o professor Joel Medeiros, apresentou a qualidade do corpo técnico. A especialização é constituída por um grupo bem eclético com Engenheiros Agrônomos, Agrícolas e Ambientais, Civis e Gestores Ambientais. Diante do sucesso inicial, a ideia é dar continuidade ao projeto e selecionar uma nova turma até o fim do ano.

Aula Inaugural Especialização / Foto Eduardo Mendonça

ASSECOM.UFERSA.EDU.BR

Nenhum comentário: