Seguidores

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

TEMER FARÁ PRONUNCIAMENTO EM CADEIA NACIONAL ÁS 20H30 PARA EXPLICAR INTERVENÇÃO MILITAR NO RJ




O presidente Michel Temer se reuniu na tarde desta sexta-feira (dia 16), no Palácio do Planalto, com o general Walter Souza Braga Neto, interventor no Rio de Janeiro. O encontro aconteceu após a assinatura do decreto de intervenção federal no estado. Temer também chamou para a reunião os ministros Sérgio Etchegoyen (Segurança Institucional) e Raul Jungmann (Defesa), além do comandante do Exército, Eduardo Villas Bôas.
O presidente irá ao Rio de Janeiro neste sábado. O objetivo é dar visibilidade à ação do governo federal. Antes, nesta sexta, gravará no Palácio da Alvorada um pronunciamento para a cadeia de rádio e TV. O pronunciamento será exibido às 20h30.
SUSPENSÃO – O presidente Michel Temer disse nesta sexta-feira (16) que vai cessar a intervenção federal no Rio de Janeiro no período em que for votada a reforma da Previdência.
“Ajustamos ontem [quinta, 15] à noite, com participação muito expressiva do presidente Rodrigo Maia e do presidente Eunício Oliveira a continuidade da tramitação da reforma da Previdência, que é uma medida também extremamente importante para o futuro do país. Quando ela estiver para ser votada, segundo avaliação das casas legislativas, eu farei cessar a intervenção. No instante que se verifique, segundo critérios das casas legislativas, que há condições para votação, reitero, farei cessar a intervenção”, disse.
Durante a intervenção, a Constituição Federal não pode ser alterada e a reforma da Previdência em andamento na Câmara é uma proposta de emenda à Constituição (PEC). A reforma só será aprovada na Câmara se tiver o apoio de ao menos 308 deputados em dois turnos de votação.

Nenhum comentário: