Seguidores

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

"REI DO MELÃO" DESCARTA APOIAR EZEQUIEL FERREIRA PARA O GOVERNO DO ESTADO

Fora de cogitação

Nos últimos dias, a hipótese de Luiz Roberto Barcelos apoiar Ezequiel ganhou destaque nos bastidores, uma vez que Barcelos articula sua filiação ao PSDB, legenda presidida no RN pelo deputado

Deputado Ezequiel Ferreira, presidente da Assembleia Legislativa 

Redação

Cotado para disputar o Senado nas próximas eleições, o empresário Luiz Roberto Barcelos, proprietário da Agrícola Famosa e conhecido como “Rei do Melão”, devido ao fato de sua empresa ser a maior exportadora da fruta no país, rechaçou qualquer possibilidade de apoio a uma eventual candidatura ao Governo do Estado do deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

Nos últimos dias, a hipótese ganhou destaque nos bastidores, uma vez que Barcelos articula sua filiação ao PSDB, legenda presidida no estado por Ezequiel. Segundo interlocutores do empresário, a negociação com o partido realmente tem acontecido, mas a informação de que Ezequiel teria o apoio do dono da Famosa para o Governo “não procede”.

Empresário Luiz Roberto Barcelos, da Agrícola Famosa – Foto: José Aldenir/Agora Imagens
Aliados do pré-candidato a senador afirmam que o principal motivo que levou Barcelos a descartar apoio à candidatura de Ezequiel para o Governo é a incompatibilidade dos perfis políticos. Enquanto o presidente da Assembleia é deputado de quatro mandatos e pertence a uma família tradicional na política, o empresário tem despontado como novidade, surfando no fenômeno dos chamados “outsiders” – personalidades com destaque em outras áreas da sociedade, notadamente a iniciativa privada, que decidiram ingressar na política.

Além disso, a associação de Ezequiel a supostos esquemas de corrupção teria influenciado a decisão do empresário. O presidente da Assembleia foi alvo recente de pelo menos duas investigações: as operações Sinal Fechado e Dama de Espadas. A primeira apura se o deputado recebeu propina para agilizar a tramitação de um projeto de lei que instituiu a inspeção veicular no Rio Grande do Norte (beneficiando, assim, a empresa de George Olímpio). Já na segunda, o tucano responde por possível omissão quanto a um esquema desvios na Assembleia. Nas duas, Ezequiel foi alvo de ação do Ministério Público.

Interlocutores de Barcelos dizem que, na eleição para o Governo do Estado, o empresário tem mais simpatia pelas eventuais candidaturas do atual vice-governador, Fábio Dantas, e do empresário Tião Couto. Esses nomes, dizem os aliados, estão mais próximos do perfil do presidente da Famosa, que é dissociado da chamada velha política.

Agora RN

Nenhum comentário: