Seguidores

sábado, 24 de fevereiro de 2018

ANGICOS, UM ANO NO "CHICOTE" DA ADMINISTRAÇÃO PUBLICA - MÉDICOS E MEDICAMENTOS SÃO OS MAIORES PROBLEMAS


A intensificação dos problemas sociais, principalmente saúde e segurança, decorrente da corrupção generalizada no nosso país por uma grande parte dos nossos representantes, despertou na maioria dos cidadãos a necessidade de uma mudança de consciência política. Nesse contexto, essa mudança passará por famílias, escolas, igrejas e a participação de cada um dos jovens que tem papel fundamental dentro da sociedade. 

Não é surpresa, a imprensa escrita e televisiva noticiar sobre corrupção e desvio de dinheiro público. Tem certas notícias que nos surpreende porque alguns desses políticos estiveram em nosso convívio, apoiamos, muitas vezes, como eleitor. Que decepção! É tanta frustração que a gente não sabe mais em quem confiar ou acreditar. Há casos de políticos que estão desaparecidos, mas nas eleições eles aparecem na maior "cara de pau". Pergunto; que devemos fazer? Deixar de votar?

Diante de Tanta corrupção fica difícil de escolher; fica difícil de esquecer as mazelas; fica difícil de esquecer o desrespeito com o dinheiro publico, que é tirado do trabalho de todos, sem exceção da malandragem politica que eles fazem. Entendo que, neste momento crucial que passa todos os brasileiros, não podemos deixar que os corruptos tomem conta da nossa política. Mas, infelizmente, muitos ainda ignoram as “maracutaias”, são partidários e, continuam votando naqueles que surrupiam o nosso dinheiro. Só pode ser compra de voto! Estão recebendo benesses ou este eleitor é muito besta? 

Por isso, apesar de sermos influenciados por valores individualista, imediatista, consumistas e, também, por sermos herdeiros de uma cultura de não participação politica devido o processo histórico de colonização, onde só a elite participava. Esses fatores que desmobilizam a participação politica, geram resultados catastróficos para toda sociedade, pois quando não há cobrança da população, há um aumento de corrupção, desencadeando a falta de recursos para os serviços públicos essenciais e a qualidade de vida cai por terra. 

Portanto, vamos aprender a dar as costas para aqueles políticos que se apodera de um núcleo blindado para perseguir pessoas em situação de vulneratividade que buscam setor público impulsionado pela necessidade e sai de lá amargurado por haver sido mal atendido por um agente publico que tem o dever e a obrigação de servir bem a população. Mas, sabemos que são muitos os políticos que estão no poder por compra de votos e promessas de empregos, por essa razão, não manifestam nenhum compromisso com o povo. Esta é a grande maioria. 

Por: Cidadão Angicano

Nenhum comentário: