Seguidores

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

AGRICULTORES DO FOMENTO RECLAMAM DA DISCRIMINAÇÃO NO "CORTE DE TERRA" PELA PREFEITURA DE ANGICOS

AGRICULTURA

"Na gestão de Júnior Batista o "corte de terras" era indiscriminado, o trator começava na primeira comunidade sem saltear nenhuma e terminava aqui perto da fazenda de Sosô" Disse o agricultor Luiz.
Agricultores do Fomento, Zona Rural de Angicos procuraram a redação do Blog Angicos Verdade para denunciar perseguição sofrida pela secretaria de agricultura de Angicos. Eles alegam que pessoas ligadas ao prefeito Deusdete Gomes (PSDB) estão sendo beneficiadas como sendo prioridade no "corte de terras". São 70 famílias que precisam plantar, alguns beneficiados já estão com pés de milho e feijão aflorados, as outras famílias que não são servidores da prefeitura, ou não são eleitores do prefeitos terão que pagar R$ 150,00 a hora de um trator. Já tem agricultor pagando para não perder o inverno. 

Ainda segundo eles, uma beneficiada com o corte anda soltando "piadinha". De fato não se pode atribuir a culpa aos agricultores nem colocar uns contra os outros. O grupo de Deusdete tem uma maneira "criativa" de lidar com o povo que não votou neles. Antes trabalhavam para 3.770 pessoas, hoje, para muito menos que isso...


Nós informamos o caso ao sindicalista Almir Medeiros do STTR - Sindicato dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares de Angicos - RN. Situação semelhante acontece em outras localidades do município de Angicos, infelizmente! Os agricultores foram orientados a procurarem o Ministério Público em Angicos. Como colaboração estaremos enviando para o Promotor de Justiça Drº Carlos Augusto a matéria em questão.

Nenhum comentário: