Seguidores

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

AS MENTIRAS DO PREFEITO DEUSDETE GOMES E SEU PLANO DE GOVERNO QUE NÃO SAI DO PAPEL





COLIGAÇÃO TRABALHANDO PELO POVO ANGICOS PRECISA MUDAR

PROPOSTA DE GOVERNO PARA A CIDADE DE ANGICOS/RN, GESTÃO 2017/2020
Angicos, município localizado na microrregião homônima do estado do Rio Grande do Norte, com mais de 12 mil habitantes, onde a maioria de sua população reside na zona urbana, com sérias dificuldades, no campo da segurança, na saúde, na educação, no esporte, na agricultura e na limpeza pública, além de tantos outros problemas.

Estamos aqui apresentando o nosso Plano de Governo de forma sucinta, clara e objetiva, no sentido de deixar as questões pessoais e individuais de lado, para pensar no coletivo. Sabemos que administrar a cidade de Angicos não vai ser tarefa das mais fáceis, devendo ser uma batalha diária.
Somos conscientes de que para se administrar o nosso município na atual situação em que se encontra e se querer fazer alguma coisa tem que se apostar de imediato em um plano de governo para colocarmos em prática nos primeiros 100 (cem) dias, bem como, no primeiro ano e nos anos seguintes.

Não adianta prometer o que não se pode realizar, pois ao apresentarmos a nossa proposta para os primeiros 100 (cem) dias de governo, já sabemos as fontes de recursos que serão utilizadas, pois já estão devidamente garantidas e asseguradas.
Por fim, fica aqui um alerta aos irmãos Angicanos: o nosso desejo é fazer um governo comprometido com a honestidade, com a legalidade e eficiência, em prol do nosso povo, primando pela união entre executivo, legislativo e povo angicano, pois é ele quem decide o seu destino.

PRINCIPAIS PONTOS PARA UMA ADMINISTRAÇÃO DE SUCESSO

1 - Descentralizar a administração, criando o CNPJ das secretárias do município, a fim de otimizar os recursos e programas, aproximando cada vez mais a população da mesma.

2 - Cortar gastos excessivos e promover a eficiência na administração pública;

3 - Controle rigoroso de compras, com transparência e fiscalização;

4 - Controle no recebimento do material adquirido, evitando-se o recebimento de material em menor quantidade do que a real comprada;

5 - Criação da Secretária de Segurança e Mobilidade Urbana:

 Aquisição, instalação e implantação de Central de Monitoramento a ser instalada e acompanhada por pessoal devidamente treinado, com monitoramento nos principais pontos de entrada e saída de cidade, em parceria com as polícias civil, militar e população. Origem dos recursos = Recursos Próprios.

 Iluminação Pública: Manter a iluminação pública eficiente, com troca de lâmpadas e reposição para combater a insegurança;
Origem dos recursos = Recursos Próprios.

Criação da Guarda Patrimonial: neste ponto, queremos destacar que se trata de um projeto mais audacioso, cujos recursos serão solicitados junto ao órgão competente com apresentação de projetos (Ministério da Justiça).
Objetivo = Ajudar aos nossos policiais civil e militar, contribuindo para melhorar e atender com mais eficiência nossa população.

 Mobilidade urbana: organizar o trânsito de nossa cidade, com o objetivo maior de desobstruir as principais ruas e avenidas, especialmente, a Senador Georgino Avelino, em parceria com os órgãos estaduais competentes. Origem = Recursos Próprios.
Criar o Conselho Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana da Cidade.

CAMPO ADMINISTRATIVO

 Valorização dos servidores, com oferta de treinamento, capacitação e cursos para melhor atender à população;
 Praticar uma gestão inovadora e descentralizada;
 Publicar e dar transparência à gestão pública municipal;
 Desenvolver junto aos órgãos competentes a busca da recontagem populacional do município, cujo objeto é buscar o aumento do nosso FPM;
Criação do gabinete do Vice-Prefeito.

SAÚDE PÚBLICA MUNICIPAL

Fazer funcionar os PSF’s municipais com carga horária de acordo com a Lei do SUS;
Plantão médico e atendimento nos finais de semana na UBS Alto da Alegria;
Parceria com o Governo Estadual a fim de manter os plantões nos finais de semana no Hospital Regional;
Buscar parceria junto ao Governo Estadual e Municípios que compõem a região de abrangência do Hospital Regional, buscando firmar consórcio de saúde em modelos já utilizados em outras regiões de nosso estado e estados vizinhos.
Garantir melhor acesso da população às unidades de PSF’s (Acabar com as filas para marcação de consultas);
Garantir a agilidade nos processos de entrega de medicamentos e insumos à população;
Manutenção de equipamentos;
Reestruturar e adequar as unidades de Estratégia de Saúde da Família para atender às necessidades da população;
Estruturar a esterilização;
Reorganizar o atendimento do NASF;
Implantar políticas de humanização e capacitação permanente para os trabalhadores de cada área;
Garantir ao Portal da Saúde a transparência da gestão municipal;
Implantar política de assistência farmacêutica de modo que garanta o acesso da população;
Estabelecer protocolo de distribuição de medicação de alto custo junto à Secretaria Estadual de Saúde (UNICAT);
Reestruturar a academia ao ar livre com participação do educador físico e manutenção dos equipamentos;
Fazer parceria com municípios vizinhos para melhorar a pactuação com o Hospital Regional;
Criar fórum de saúde para divulgar e debater as ações de saúde necessárias à população;
Criação do Programa de Saúde do Homem;
Fortalecer e ampliar o quadro de especialidades médicas no Centro de Saúde;
Ampliar a cobertura de exames de laboratório melhorando o atendimento e resultados de exames;
Ampliar o atendimento na unidade de PSF II (Zona Rural) Rio Velho;
Ampliar o atendimento nas unidades PSF’s (segunda à sexta) mantendo-as aberta no final de semana em forma de rodízio.
Construção de uma nova unidade de PSF;
Compra de um consultório móvel para o atendimento à Zona Rural;
Criação do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) para tratamento de dependentes químicos.

ÁREA DA EDUCAÇÃO

 Buscar parceria com as universidades para apresentação de cursos de capacitação e melhoria na qualidade de ensino da Cidade;
Criar uma política de reconhecimento e motivação entre o Município e a UFERSA, a fim de incentivar a inclusão de um maior número possível de jovens de Angicos a ingressarem na nossa Universidade;
Criação do Cursinho Preparatório Municipal (por lei) para ENEM/IFRN que obrigue qualquer gestão a continuar prestando este serviço à nossa população;
Reformar, ampliar e equipar a Biblioteca Pública Municipal;
Dar ênfase no âmbito de Educação Ambiental, Educação no Trânsito e Política contra Drogas;
Primar pela qualidade do ensino e da merenda escolar;

ESPORTE, CULTURA, LAZER E TURISMO.

 Recriar e ampliar a Escola de Música, incentivando a Filarmônica Municipal, e Criação da Sinfônica de violões e outras atividades;
Apoio e incentivo aos artesões para realização de feiras e exposições;
Apoio e incentivo aos grupos folclóricos, bem como, outros grupos que promovam atividades artísticas e culturais no Município;
Criação do calendário de eventos esportivos e datas comemorativas do Município;
Apoio às escolinhas já existentes no Município, na prática esportiva em diversas modalidades;
Criação da Liga Esportiva;
Apoio e incentivo aos campeonatos de futsal, futebol e demais modalidades;
Criação e incentivo ao campeonato municipal;
Diagnosticar e explorar as atividades turísticas no Município;
Buscar junto aos órgãos competentes, recursos para o desenvolvimento da atividade do ecoturismo no Município (Pico do Cabugi);
Criação do Conselho Municipal do Turismo;
Investimento no turismo educacional, explorando ainda mais a UFERSA;
Criação da Escola de Artes;
Criação da Escolinha de Xadrez e Jogos de Tabuleiro.

AGRICULTURA

Criação do programa de hortas comunitárias para reforço na merenda escolar;
Criar o Programa de Segurança Alimentar com foco na criação de aves e peixes;
Criar as condições para que os programas alimentares abasteçam a Cidade e Região;
Acompanhar o desenvolvimento do Município, observando o baixo impacto ambiental;
Buscar parceria com órgãos competentes do setor agrícola, com o objetivo de desenvolver e manter o atendimento aos agricultores e propriedades rurais;
Manter e ampliar o atendimento aos proprietários rurais na abertura de bebedouros (cacimbas), estradas, silos, valas, assim como o corte de terras no período invernoso para incentivar a agricultura familiar.

OBRAS, CONSERVAÇÃO E LIMPEZA PÚBLICA

Reforma dos Mercados Municipais e restauração dos prédios públicos e suas conservações;
 Ampliação e limpeza permanente do Cemitério Público;
Promover o planejamento urbano da Cidade pelas atividades de trânsito;
Identificação de ruas e avenidas com sinalização adequada, utilizando placas e outros tipos de sinalização;
Promover a limpeza pública da Cidade;
Ampliação de coletoras e lixeiras em todas as ruas da Cidade;
Coleta do lixo doméstico 100% na área urbana e rural;
Recuperar e manter as praças e urbanização destas áreas;
Ampliação de 100% da rede de iluminação pública e substituição de luminárias de acordo com a necessidade;
Exercer as atividades concernentes à manutenção e conservação de estradas de acesso à zona rural;
Recuperação e limpeza dos açudes;
Abertura de cacimbas e poços na Zona Rural, que forem necessários para dizimar a sede dos animais em períodos de estiagem;
Buscar condições para a substituição das casas de taipa por casas de alvenaria;
Reforma e construção do Estádio de Futebol e recuperação das Praças de Esportes;
Restauração da Quadra Poliesportiva do Rio-Velho e Riacho do Prato;
Recuperação da passagem molhada do Rio Pataxó, que liga a cidade à Comunidade do Rio-Velho;
Recuperação dos mata-burros na Zona Rural do Município;
Serviços de tapa buracos das ruas e avenidas, com as suas devidas podas de árvores permanentemente;
Criação de um Consórcio Municipal para construção e manutenção de um aterro sanitário de acordo com as normas e leis do meio ambiente;
Buscar parceria com o Governo Federal para o saneamento básico da Cidade;
Buscar recursos para pavimentação a paralelepípedos de ruas de nossa Cidade.
Recuperar e manter a frota de transporte em condições de uso;
Ampliação da frota do transporte escolar.

CAMPO DA AÇÃO SOCIAL

Criar uma política de geração de emprego e renda, em parceria pública e privada;
Promover efetivamente uma política de inclusão social;
Estabelecer políticas inclusivas em parceria com outras secretarias do Município, em especial as de Saúde, Educação e Segurança Pública, para
atender com eficácia e responsabilidade as reais necessidades da população angicana;
Criar o serviço de atendimento à população, a fim de que a mesma protocole junto à prefeitura seus pedidos, suas sugestões e suas reclamações;
Reabrir a Casa de Apoio localizada em Natal/RN;
Criar e implementar o Conselho Municipal de Políticas Públicas sobre Drogas;
Revitalização do CCI;
Fazer cumprir o estatuto do idoso;
Apoio e condições permanentes ao Conselho Tutelar.

CRAS:

Resgate do Grupo de Mães;
Reativar o Programa da gestante com acompanhamento no período da gravidez, com entrega de kits;
Regulamentação de lei municipal, para doação de cestas básicas às famílias de baixa renda.

CREAS:

Manter o atendimento psicossocial e jurídico à população em geral;
Acompanhamento e prevenção de abuso e violência à criança, adolescente e ao idoso.

Angicos/RN, 12 de Agosto de 2016.
DEUSDETE GOMES DE BARROS
Prefeito
MIGUEL PINHEIRO NETO
Vice-Prefeito

Nenhum comentário: